Angra 2000

Ligue (+351) 295 215 555

Açores guia Turístico

População (1997)
243.760 habitantes
Total Area
2.332,7 Km2
Zona Económica Exclusiva
984 280 Km2

Os Açores são um arquipélago situado no Atlântico Norte a cerca de 1.500 Km a Oeste de Lisboa constituído por 9 ilhas cujas áreas variam desde 17 Km2 (Corvo) até 747 Km2 (S. Miguel). O arquipélago estende-se numa área aproximada de 2.333 Km2 formando 3 grupos de ilhas: o grupo Oriental que compreende S.Maria e S.Miguel; o grupo Central que compreende a Terceira, Graciosa, S.Jorge, Pico e Faial; e o grupo Ocidental que compreende Flores e Corvo.

Os Açores são um paraíso para quem ama a Natureza, Nas formas fantasiosas de lagoas azuis emolduradas por flores, Nas alturas de montes, miradouros extasiantes de terra e mar. Nas crateras profundas e verdejantes de antigos vulcões, Nas paisagens que mantêm a pureza original. Na redescoberta da tranquilidade bucólica, da melodia do silêncio. Para férias que são uma deliciosa recordação.

Conhecer as Ilhas

Arte com as cores do arco-íris

o verde e o azul são as cores básicas da paisagem açoriana. O homem, no decorrer dos séculos, Juntou-lhes as cores garridas das barras que emolduram as portas e janelas. O contraste do branco da cal com o negro do basalto cinzelado nas formas caprichosas do barroco. O ouro faiscante com que revestiram o interior das igrejas.

Férias com o sabor do autêntico

As colchas tecidas em teares manuais, que repetem velhos padrões. As delicadas flores feitas de escama de peixe. As translúcidas miniaturas talhadas em miolo de figueira. Exemplos do genuíno artesanato açoriano que o turista descobre em cada ilha.

Há muito mais para descobrir. Desde o ritmo pausado das danças de um folclore ainda vivo às expressões de uma religiosidade secular. Do perfume rescendente das receitas de uma cozinha enriquecida por fresco peixe e carne tenra ao delicado paladar dos ananases. As férias nos Açores são sempre uma experiência diferente, Feitas de pequenos e grandes prazeres... e de arte de saber viver..

Velejar, mergulhar, desafiar as ondas numa prancha de “surfing". Acompanhar os movimentos dos cachalotes, simpáticos titãs. Lutar com um peixe de bom peso seguro por um anzol. Uma salutar caminhada por vales e serras, respirando o ar perfumado pelas flores e pelo iodo do mar. O desafio à perícia de uma partida de golfe ou de ténis, Prazeres dos Açores para os que preferem férias activas.

Vistas do mar as ilhas são ainda mais belas

Velejar nos Açores é descobrir o perfil de ilhas verdejantes, o conforto de marinas e portos acolhedores. Praias de areia macia ou encan­tadoras piscinas naturais escavadas na rocha vulcânica acolhem os que, no Verão, gostam dos prazeres do mar e do sol. E os surfistas têm boas ondas em Santa Maria, São Jorge e São Miguel. O fundo do mar esconde maravilhas, nas grutas e relevos submarinos percorridos por cardumes de peixes coloridos, no vulto gigante dos cachalotes, no bailado gracioso dos golfinhos, no desafio entusiasmante da captura dos espadins, atuns e esqualos de grande peso.

Nove ilhas, nove pequenos mundos para férias diferentes

Extremo da Europa em pleno Atlântico, cada ilha dos Açores é um caleidoscópio de paisagens e gentes, feito de tradições seculares, de vivência em equilíbrio com a Natureza, São Miguel, a maior ilha, orgulha-se das suas três grandes e bonitas lagoas Sete Cidades, Fogo e Furnas e da vida buliçosa de Ponta Delgada. Mesmo ao lado fica Santa Maria, com as escarpas cobertas de vinhedos da baía de São Lourenço, a capela dos Anjos onde rezou Colombo no regresso da sua viagem de descoberta da América.

No centro dos Açores, cinco ilhas próximas umas das outras. Terceira fala de história em Angra do Heroismo, primeira cidade europeia nascida no Atlântico, classificada Património Mundial. Faial é o fresco azul das hortênsias, o porto acolhedor para os iatistas. Em frente, a montanha que nasce do mar, a tradição baleeira da ilha do Pico. O verde imenso das pastagens, as nesgas de terra junto ao mar as fajãs na base de altas arribas são o quadro natural de São Jorge. Graciosa, ilha pequena, tem uma misteriosa lagoa no fundo de uma furna vulcânica, campos cobertos de vinha onde esbracejam moinhos. Flores é um jardim rodeado de mar, o cenário sempre encantador de lagoas escavadas por vulcões. Corvo, curiosa ilha miniatura, tem no seu centro uma ampla e bela caldeira.

Visitar os Açores é reencontrar parte do paraíso original. Onde o homem e a Natureza deram as mãos para criar beleza eterna.Os palácios, as igrejas, as fortalezas recordando o tempo em que os Açores foram porto de escala de naus carregadas com os tesouros da América e do Oriente. O colorido dos festejos populares. Os muitos sabores de uma cozinha de tradições seculares. Encantos dos Açores para que cada dia de férias seja uma experiência que nunca se esquece.

Nove ilhas para férias activas

Campos de golfe em São Miguel e Terceira, envoltos por azáleas, hortênsias e maciços de criptomérias convidam, nos 365 dias do ano, ao prazer de jogos disputados em relvados sempre verdes. Campos de ténis e piscinas fazem parte do equipamento de unidades de alojamento. A observação de aves, a descoberta da vegetação primitiva das ilhas nas quase 30 reservas naturais, áreas de paisagem protegida e reservas florestais, convidam os que apreciam as belezas da natureza. Porque na fértil terra vulcânica tudo cresce, tudo floresce, numa entusiasmante sucessão de cores e perfumes.

Os mais aventureiros podem optar por percorrer galerias vulcânicas, visitar antigas crateras, praticar montanhismo, vôos em asa deita e em parapente. Férias activas ou tranquilas? A escolha é sua; Com a certeza de que nos Açores reencontra a verdadeira Natureza.

Açores - Guia